Lisboa Best Restaurants

Uma das nossas paixões...

Maratona

Maratona
7.3Valor Total
Atendimento 7.8
Ambiente 6.2
Relação qualidade preço 8.2
Degustação 7.4
Global7.3

Vale bem a pena fazer uma Maratona até à zona Oeste, mais propriamente às Caldas da Rainha, e ficar a conhecer este restaurante.
Fica localizado na Praça 25 de Abril, nº 15, em frente à Câmara Municipal. Aberto desde 1966, este espaço era uma sala de jogos que ganhou o nome de Maratona. Mas como em quase tudo, mudam-se os tempos, mudam-se as vontades… foi alvo de uma profunda transformação, adoptando o conceito de restaurante – bar – lounge, a funcionar à cerca de 9 anos. A cozinha é partilhada entre o restaurante e o café que funciona ao lado com uma entrada independente, e que também serve refeições. Todas as nossas experiências foram no restaurante e sempre bem sucedidas.
O Maratona é um dos melhores restaurantes da zona Oeste, e a prova disso, é que já foi vencedor de vários concursos gastronómicos.

Decoração despretensiosa mas requintada, onde a presença das madeiras é notória. Ambiente sofisticado mas informal, animado, um pouco barulhento, principalmente quando há grupos maiores. Com capacidade para cerca de 50 lugares.

Uma ementa bem estruturada, onde pontuam as entradas, bastante criativas, mesmo inovadoras para o panorama gastronómico da região. Uma cozinha disposta a correr riscos, sempre com uma enorme preocupação estética. Empratamento notável neste Maratona
Serviço profissional e conhecedor, bastante disponível.

As nossas opções ficam quase sempre pelas entradas e desta vez não foi diferente…

Rude Boy
Tártaro de salmão selvagem fumado, pasta de abacate, cebola roxa, maionese de parmesão e algas (8€). Um clássico do Maratona e de uma qualidade irrepreensível…um dos nossos preferidos. É o momento em que a cozinha chega à mesa.

e depois já sem o fumo

Big Cheese
Cesto de filo com 4 queijos gratinados, com pesto de tomate seco e rúcula (5€).

Trio de Ataque
Tempura de aros de cebola, de palitos de cenoura e de espargos, com molho de cebola gratinada, molho agridoce e molho teriyaki (6,5€)

Raios e Coriscos
Pica Pau de lagartos de porco e esmagado de castanha com bacon e pickles (8€).

E chegou o momento de mergulhar no pecado e passar às sobremesas…começamos com a original The Rolling Stone. Consiste numa pedra rolante que chega à mesa coberta com um crumble de rucula e rebentos…gelado de café, ganache de chocolate e mousse de baunilha. Absolutamente genial (5,5€)

Outra novidade do Maratona é uma sobremesa vegan, chamada Abre-te Sésamo, um bolo de sésamo e banana, sorvete de côco, puré de abacate, crocante de caju e abacate em tempura (5,5€). Uma sobremesa vegetariana, que nos foi servida, com tempura de banana por sugestão da cozinha, que alertou a falta de qualidade do abacate.

Deixamos mais uma foto de uma prato que entretanto saiu da carta, mas voltará….

Carta de vinhos com boa variedade e com preços corretíssimos. Bebemos um branco do Alentejo, Vinhas Velhas Paulo Loureano 2017 (12€ a garrafa). Sempre bom.

O Maratona encerra ao Domingo.
Aconselhamos a efectuar reserva, caso contrário dificilmente conseguirá mesa.
Outra particularidade interessante, é o televisor que se encontra em silêncio,e que passa curiosidades como história, arte, informações actuais, gastronomia entre outros.

Uma cozinha bastante ousada, com uma grande relação qualidade preço (em menú e na carta de vinhos).
Maratona, um dos nossos preferidos em terras da Rainha D.Leonor.

Agosto 2018